7 atividades para engajar seus estudantes nas aulas on-line

4 minutos para ler

Para te ajudar a engajar seus estudantes nesse momento de aulas on-line e ensino remoto emergencial, pedimos o apoio de três professores para compartilhar dicas e atividades para você utilizar em seu dia dia e com suas turmas.

1) COMECE A AULA COM UMA MEDITAÇÃO

Segundo a pesquisa “Educação Não Presencial na Perspectiva dos Estudantes e suas Famílias”, realizada pelo Datafolha e encomendada pela Fundação Lemann, Itaú Social e Imaginable Futures, publicada pela Agência Brasil no dia 21 de julho de 2020, a partir da visão dos pais ou responsáveis de estudantes de escolas públicas:

Quanto maior é o número de estudantes em uma só casa, maior é essa percepção. Em casas com três ou mais alunos:

Por isso, uma atividade que pode ser bacana para iniciar a aula é a meditação. A meditação é uma prática que auxilia no relaxamento, mas também ajuda na criação de foco e concentração. No YouTube, você encontra diversas meditações guiadas de 5 minutos! Assim, você consegue fazer junto com a turma e não precisa ter conhecimentos prévios ou específicos sobre o tema.

2) PLANEJE AULAS COLABORATIVAS

Quando estudantes estão em casa, torna-se mais difícil manter suas atenções na aula. Eles podem estar com a televisão ligada, mexendo no celular ou quase dormindo na própria cama. Desse modo, uma possibilidade para engajar é criar aulas colaborativas!

Nessas aulas, estudantes se tornam protagonistas e preparam uma aula com temática específica ou respondem para a turma uma dúvida que surgiu anteriormente. Por exemplo, um aluno trouxe uma dúvida sobre Realismo. O que você acha de convidar um grupo de estudantes para explicar essa dúvida na próxima aula? Além disso, esse grupo pode explicar outros pontos sobre Realismo que ainda não foram abordados.

3) CRIE JOGOS E COMPETIÇÕES

Estudantes gostam de ser desafiados e, por isso, uma oportunidade de criar maior participação e interação com eles é propor jogos. Por exemplo, você pode fazer um bingo no fim da aula com a temática aprendida. Aqui, você encontra um tutorial de como fazer cartelas personalizadas. Ainda é possível dividir a turma em grupos e fazer rodadas de perguntas sobre temas relacionados com a aula, seguindo o estilo de game shows de perguntas e respostas, como “Show do Milhão”, do SBT, ou “Quem Quer Ser Um Milionário”, quadro do programa Caldeirão do Huck, da Globo.

4) CRIE CONEXÕES COM TEMAS/OBJETOS/PERSONALIDADES QUE FAZEM PARTE DA REALIDADE DOS ESTUDANTES

Para ganhar a atenção dos estudantes, você já imaginou criar relações com personalidades famosas ou até memes* que estão bombando na internet? Esse tipo de relação pode gerar interesse e reflexões mais profundas sobre o tema.

Por exemplo, você pode pedir para estudantes encontrarem vídeos no YouTube sobre temáticas específicas e, no momento da aula, todos podem debater se houve equívocos ou diferenças nas explicações dos influenciadores.

Outro exemplo, é o conteúdo criado pela página @PiComenta_ do Twitter. A página trouxe um conhecimento sobre o uso da vírgula por meio de memes. Desse modo, o uso das imagens e gifs torna o aprendizado leve e engraçado para os estudantes.

*memes são imagens, vídeos e gifs que circulam na internet e podem ou não acompanhar textos e legendas cômicas. Servem para fazer brincadeiras, piadas e referências humorísticas.

5) PERGUNTE PARA OS ESTUDANTES

Um modo de entender como você pode melhorar suas aulas é conversar com sua turma. Pergunte de forma aberta: “Esse modo está funcionando?
O que posso melhorar para a próxima aula? Como posso deixar a aula mais dinâmica e divertida para vocês?”. Se for melhor, é possível também pedir para estudantes responderem um questionário on-line sobre a aula. Dessa forma, estudantes podem trazer informações e direcionamentos bacanas, além de se sentirem próximos dessa construção do aprendizado.

6) SEJA VOCÊ MESMO(A)

Mesmo sendo uma aula on-line, ninguém espera que você seja um(a) blogueiro(a) ou influenciador(a)! Você não precisa assumir nenhum tipo personagem ou usar artifícios de edição. Seus alunos te conhecem. Então, seja você mesmo(a) e se divirta! Assim, você transmitirá tranquilidade, segurança e confiabilidade para sua turma.

7) TENTE

Como dica final: ninguém nasce sabendo ou indo super bem em algo. Por isso, tente e treine! Haverá dias que suas aulas não vão sair como você gostaria e está tudo bem. Como diz o ditado: é a prática que leva à perfeição.

Posts relacionados

Deixe um comentário